Skype

GYRO

E-mail

gyro-ct@utfpr.edu.br

Faço o que eu digo. Pensando nisso, o Gyro resolveu fazer o que diz e está incluindo a ASCV de suas atividades para praticar o discurso do Gyro e, simultaneamente, utilizar o estudo como aprendizado da Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) realizada nos três pilares da sustentabilidade.

O objetivo da ASCV do Gyro foi identificar pontos críticos para melhoria do desempenho da sustentabilidade das atividades do Gyro. Neste sentido, o Gyro está utilizando a ACV Ambiental (ACV-A), os Custos do Ciclo de Vida (CCV) e a Avaliação Social do Ciclo de Vida (ACV-S).

Na primeira etapa do projeto, as atividades foram realizadas no Laboratório do Gyro na UTFPR. Os resultados preliminares estarão disponíveis em Ugaya et al. (2020).

Com a COVID-19, as atividades do Gyro passaram a ser em Home Office e novos alinhamentos foram necessários.

Veja os resultados preliminares da ACV referentes a uma semana de 2020, em que se observa quais os fluxos e os integrantes que mais causaram impacto.

Os principais resultados apontaram que o consumo de eletricidade, componentes eletrônicos e café são os principais aspectos que causaram impactos e riscos potenciais no desempenho da sustentabilidade do Gyro. Além disso, alimentos e móveis são relevantes especialmente para a ACV-S e os CCV, conforme mostrado na Figura 1.


Figura 1: Resultados da ASCV para 1 hora de atividades

Método

Definição do objetivo e escopo

Adotou-se a ACV Organizacional, sendo o objetivo do estudo:

  • identificar os pontos-chave para melhorar o desempenho de sustentabilidade do Gyro
  • facilitar a aplicação da ASCV
  • entender os desafios para implementar ASCV

A função está relacionada com a missão do Gyro, de fornecer informações para apoiar os tomadores de decisão sobre os impactos potenciais da sustentabilidade ao longo do ciclo de vida por meio de pesquisa, educação e relacionamento com a comunidade. Para tanto, selecionou-se como unidade funcional 1 hora de atividades.

Inventário

A realização do inventário envolveu a coleta de dados primária, que foi realizada com uso de formulários e organizados em planilhas, a partir do qual foram realizadas análise iterativas e inseridas nas bases de dados.

Figura 2: Etapas para realização do inventário

Impacto

As categorias de impacto avaliadas foram:

  • Para ACV: Recomendações do UNEP e SETAC (2016) + RAICV (exceto PM e escassez de água)
  • Para ACV-S: SHDB + Método de Avaliação de Subcategoria (SAM)
  • Para CCV: resíduos, manutenção, alimentos, móveis e equipamentos eletrônicos

Conclusões e recomendações

De acordo com o estudo, os principais resultados apontaram que o consumo de eletricidade, componentes eletrônicos e café são os principais aspectos a serem melhorados no desempenho da sustentabilidade do Gyro.

Agradecimento

Agradecemos o apoio da The Life Cycle Initiative, IFU Hamburg e New Earth e às bolsas do CNPq, CAPES e Fundação Araucária.

Referências

Ugaya et al. (2020) Faço o que eu digo: ACV ambiental, social e econômica do Gyro GCV 2020 6p.